Prefeitura de Assis não sabe quando entregará escola que já deveria estar pronta há dois anos

A placa, fixada em frente ao canteiro das obras financiado pelo Governo Federal, com um custo superior a R$ 3 milhões, informa que o prédio já deveria ter sido entregue em fevereiro de 2.017. No entanto, passados dois anos do prazo inicial, a Prefeitura Municipal de Assis já não sabe mais informar quando a escola, que recebeu o nome do ex-vereador ‘Professor Milton Rocha’, será aberta para atender as mais de 200 crianças.

No começo do ano, acreditando que o prédio fosse entregue em questão de semanas, a Secretaria Municipal da Educação abriu prazo para matrículas das crianças da região. Como ‘faltavam alguns pequenos detalhes’ para a inauguração, a secretaria decidiu ‘provisoriamente’ transportar todas as crianças matriculadas até o antigo prédio da escola Lucas Thomas Menk, que teve um anexo inaugurado no começo de fevereiro.

Cobrada por uma comissão de pais de alunos e procurada pela reportagem do Jornal da Segunda, a secretária municipal da Educação, professora Dulce Andrade Araújo, disse: “Contávamos com a entrega da obra no final  de janeiro de 2019 para o início das aulas. Assim, organizamos a demanda/matrículas e, por um prazo de 30/60 dias no máximo,  atenderíamos as crianças  no prédio onde funcionou a escola Lucas  Thomas menk”.

No entanto, a obra não foi entregue e, por isso, tivemos que ampliar o tempo de funcionamento no prédio Lucas Menk, na região central.

Escola continua vazia
Enquanto isso, crianças são transportadas diariamente para antigo Thomas Menk
Placa mostra que obra deveria estar pronta em fevereiro de 2017

Redação Carta Democrática

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.